Our Love In Action: Cabrini Ministries Ethiopia Community Outreach and Centre of Life Rehabilitation

It is impossible to forget the gaze of a child who is hungry, or the desperation of a mother trying to secure her child’s next meal. The need for food sustainability is primal, yet the ability to do so depends on many complex, interdependent factors. Mothers and children in developing contexts like ours, are often left alone to face this reality with its cruel implications.

By our nature as Cabrinian, we as Cabrini Ministries Ethiopia (Cabrini Ethiopia) are vocationally called to be “bearers of the love of Jesus Christ to the world”, especially the most vulnerable mothers and children in our Ethiopian context. Every statistic of a starving child in our catchment area is a life to be served and loved through our daily interventions. Our malnutrition program follows the World Health Organization (WHO) standards, with a fundamentally Cabrinian approach.

Every child and mother enrolled in the program is given compassionate care based on their individual needs and conditions.  We go the extra mile to provide services through our program especially for the most remote villages with limited accessibility. Our team parks the vehicle where the road ends and walks for hours to reach some of the families in need of our interventions.  Every intervention is a journey with each beneficiary and their family. Our programs are designed to cater for all individual circumstances of every child we serve. 

Why are we in Ethiopia?

Cabrini Ethiopia is a Catholic, Cabrinian, faith-based, community organization based 7 hours south of Addis Ababa.  Ethiopia is named one of the fastest-growing economies in Africa, however that does not portray  the realities of the most vulnerable. About 5.8 million children under 5 years (38%) are suffering from chronic malnutrition (stunting or low height-for-age), according to the most recent Demographic and Health Survey (DHS). Ethiopia is the second most populous country in Africa with a current population of over 112 million people (World Bank, 2019). With a fertility rate of 4.2 children born per woman (UNICEF 2017), the country is projected to be among the top 8 countries in the world with the greatest population increase between 2017 and 2050, with the total population estimated to rise to 190.9 million. Currently, Ethiopia ranks 136 out of 165 countries in progress toward meeting the Sustainable Development Goals (SDGs) (Sustainable Development Report, Sachs et al. 2021). Moreover, 25% of female deaths are related to pregnancy or childbearing, and 1 in 15 children will die before the age of 5 years.

Our Integrated Mother and Child Health Intervention

Our interventions with vulnerable mothers and children is more than just working towards the SDGs, as we are responding to the call in the Gospel of Mathew… ‘Truly I tell you, whatever you did for one of the least of these brothers and sisters of mine, you did for me. (Mathew 25:40 NIV). Knowing that every child is made in the image of God and fully represents Jesus, so that anything that is done for that child is done for Jesus himself. It is so painful to see Jesus in a vulnerable situation represented by a child dying of hunger, crying with no tears due to dehydration, and parents waiting for the their child’s soul to leave their little, sick body.

Our outreach team, inspired by Mother Cabrini, enters into a home which is waiting for the looming death of their loved one, and our team dare to strike the first spark towards the beacon of hope. These home visits are initially met with rejection and hostility by the family, but this changes after our team’s compassionate and loving interaction.  We undertake a homestead assessment where our team determine the need of the family, other underlying factors contributing to the situation of the household, and an assessment of the family’s path to potential, which we find is a springboard to rekindling hope. 

Suppose a brother or a sister is without clothes and food. If one of you says to them, `Go in peace; keep warm and well fed,’ but does nothing about their physical needs, what good is it?”— James 2: 15-16. 

Inspired by this scripture, our team starts to explore options and develop an intervention plan. The plan starts with dealing with any child in immediate danger, which normally leads to the child being referred to the medical stabilization center at St. Mary’s Primary Hospital, Dubbo,n which is run by the MSC.  Once the child has been stabilized and rehydrated, they are admitted to our Center of Life Rehabilitation facility for approximately 2 weeks, depending on their response and needs for recovery.

Once the child has been admitted to our Centre, the mother is introduced to our livelihood program as well as health education. This part of the program is aimed at ensuring that the family understands what is going on with their child’s welfare, and we work to empower them to be able to support their child’s continued growth and development upon discharge. Once the child is discharged the outreach team continues to do follow-up to ensure that the child does not relapse and that the family continues with their livelihood activities towards economic independence (as contained in our Mission statement).

In the Center, the child receives medical care and 3 highly nutritious meals a day, with snacks in between meals. Our Charism is always based on action and service. The smiles of the recovering children remind us of Jesus smiling at us. The families benefit from our family nutrition packs and emergency food items.  For them to benefit from this program beyond 4 weeks, there should be signs of economic activity being initiated at the family level with the support from our livelihood team.

Our Tenacious Approach

Unfortunately, the local government continues to feel threatened with our interventions and continuously frustrates our work amid the COVID-19 pandemic. We think this is because our intervention appears to make them look like inadequate. Even that does not discourage our teams since we know that our intervention is in collaboration with the world’s fight against hunger and it is our calling.  Our foundation has been set on a un unshaken charism of the MSCs, cemented by the spirit of Mother Cabrini, and it never relents even in the most challenging times. With COVID-19 challenging the global community and funds dwindling, we continue to provide the service since we know that our call to love leaves indelible marks on the hearts of those we touch.  We continuously remind our staff that even a shortage of money will not stop us from loving our clients,  since it is love that inspires action and support not the other way round.  We are moved by compassion just like Jesus Christ when he saw the hungry multitudes and began to feed them. Our role as a faith-based organization might change its form over the years, but the mission will continue to serve those who need it most into the future. The world doesn’t need only money, but mostly loving and compassionate hearts and so is Cabrini Ethiopia.  

In our community, there is an undefined culture that if you are economically poor, people tend to illtreat and disrespect you.  The end effect can be that those who are economically poor feel they deserve to be treated inhumanely, as if their human dignity doesn’t matter.  Cabrini Ethiopia continues to see Jesus in all mothers and children serve and our staff are trained to speak with respect and love to those who don’t know the meaning of love.  Our quest to continue improving the quality of our services, is aimed at ensuring that even the most vulnerable people receive the best quality and free service.  The MSC and all our donors give us love and support as an organization, so that we might replicate it to the most vulnerable. Cabrini Ethiopia was loved first and so it has to live by loving those entrusted to it. 

Within a changing global landscape, Cabrini Ethiopia continues to review its strategy every 2 years to ensure that our programming stays aligned to our Vision and Values, and the general Mission of the MSC,  while responding to the dynamic needs of our community. This process is supported by a community needs analysis, and prioritization of our 3 response areas.  We continuously work with community partners and other NGOs, directing our focus remains to covering the gaps which no one else is addressing. All our services are tailored to support and empower the most vulnerable mothers and children, who would otherwise be ignored and have no opportunity to care for themselves.

We are in the business of witnessing to the free redemptive love of Jesus to change the lives of the most vulnerable through partnering for a future and hope.

2020 Nutrition Summary

2568 Emergency nutrition support parcels distributed
214 Children received nutritional Rehabilitation
98 Mothers enrolled in the end hunger livelihood support program.

By Thinky Mabaso, Cabrini Ministries Ethiopia Executive Director



Cabrini Ministries Ethiopia: Nuestro amor en acción

Nuestro amor en acción: Ministerios Cabrini Alcance Comunitario de Etiopía y Centro de Rehabilitación de la Vida

Es imposible olvidar la mirada de un niño hambriento o la desesperación de una madre que intenta asegurar la próxima comida de su hijo. La necesidad de sostenibilidad alimentaria es primordial, pero la capacidad de hacerlo depende de muchos factores complejos e interdependientes. Las madres y los niños en contextos de desarrollo como el nuestro, a menudo se quedan solos para afrontar esta realidad con sus crueles implicaciones.

Por nuestra naturaleza cabriniana, como Cabrini Ministries Ethiopia (Cabrini Etiopía) estamos llamados vocacionalmente a ser “portadores del amor de Jesucristo al mundo“, especialmente a las madres y niños más vulnerables de nuestro contexto etíope. Cada estadística de un niño hambriento en nuestra zona de captación es una vida que hay que servir y amar a través de nuestras intervenciones diarias. Nuestro programa de desnutrición sigue las normas de la Organización Mundial de la Salud (OMS), con un enfoque fundamentalmente cabriolés.

Cada niño y cada madre inscritos en el programa reciben una atención compasiva basada en sus necesidades y condiciones individuales. Hacemos un esfuerzo adicional para prestar servicios a través de nuestro programa, especialmente en las aldeas más remotas con accesibilidad limitada. Nuestro equipo aparca el vehículo donde termina la carretera y camina durante horas para llegar a algunas de las familias que necesitan nuestras intervenciones. Cada intervención es un viaje con cada beneficiario y su familia. Nuestros programas están diseñados para atender todas las circunstancias individuales de cada niño al que atendemos.

¿Por qué estamos en Etiopía?

Cabrini Etiopía es una organización comunitaria católica y cabriniana con sede a 7 horas al sur de Addis Abeba. Etiopía está considerada como una de las economías de más rápido crecimiento de África, pero eso no refleja la realidad de los más vulnerables. Unos 5,8 millones de niños menores de 5 años (el 38%) sufren desnutrición crónica (retraso en el crecimiento o baja estatura para la edad), según la última Encuesta Demográfica y Sanitaria (EDS). Etiopía es el segundo país más poblado de África, con una población actual de más de 112 millones de personas (Banco Mundial, 2019). Con una tasa de fecundidad de 4,2 niños nacidos por mujer (UNICEF 2017), se prevé que el país se encuentre entre los 8 países del mundo con mayor aumento de población entre 2017 y 2050, estimándose que la población total aumentará a 190,9 millones. En la actualidad, Etiopía ocupa el puesto 136 de 165 países en el progreso hacia el cumplimiento de los Objetivos de Desarrollo Sostenible (ODS) (Informe de Desarrollo Sostenible, Sachs et al. 2021). Además, el 25% de las muertes de mujeres están relacionadas con el embarazo o la maternidad, y 1 de cada 15 niños morirá antes de los 5 años.

Nuestra intervención integrada de salud materno-infantil

Nuestras intervenciones con las madres y los niños vulnerables van más allá de los ODS, ya que respondemos al llamamiento del Evangelio de Mateo: “En verdad os digo que todo lo que hicisteis a uno de estos hermanos míos más pequeños, a mí me lo hicisteis“. (Mateo 25:40 NVI). Sabiendo que cada niño está hecho a imagen y semejanza de Dios y que representa plenamente a Jesús, cualquier cosa que se haga por ese niño se hace por el mismo Jesús. Es muy doloroso ver a Jesús en una situación de vulnerabilidad representada por un niño que se muere de hambre, que llora sin lágrimas debido a la deshidratación, y unos padres que esperan que el alma de su hijo abandone su pequeño y enfermo cuerpo.

Nuestro equipo de divulgación, inspirado por la Madre Cabrini, entra en un hogar que espera la inminente muerte de su ser querido, y nuestro equipo se atreve a encender la primera chispa hacia el faro de la esperanza. Al principio, estas visitas a domicilio son recibidas con rechazo y hostilidad por parte de la familia, pero esto cambia tras la interacción compasiva y cariñosa de nuestro equipo. Llevamos a cabo una evaluación del hogar en la que nuestro equipo determina la necesidad de la familia, otros factores subyacentes que contribuyen a la situación del hogar, y una evaluación del camino de la familia hacia el potencial, lo que encontramos es un trampolín para reavivar la esperanza.

¿De qué sirve si uno de ustedes, al ver a un hermano o una hermana desnudos o sin el alimento necesario, les dice: «Vayan en paz, caliéntense y coman», y no les da lo que necesitan para su cuerpo?” — Santiago 2: 15-16. 

Inspirado por esta escritura, nuestro equipo empieza a explorar opciones y a desarrollar un plan de intervención. El plan empieza por ocuparse de cualquier niño en peligro inmediato, lo que normalmente lleva a remitirlo al centro de estabilización médica del Hospital Primario St. Una vez que el niño ha sido estabilizado y rehidratado, se le ingresa en nuestro centro de rehabilitación Center of Life durante aproximadamente 2 semanas, dependiendo de su respuesta y necesidades de recuperación.

Una vez que el niño ha sido admitido en nuestro Centro, se introduce a la madre en nuestro programa de medios de subsistencia, así como en la educación sanitaria. Esta parte del programa tiene como objetivo garantizar que la familia entienda lo que está ocurriendo con el bienestar de su hijo, y trabajamos para capacitarla para que pueda apoyar el crecimiento y el desarrollo continuos de su hijo tras el alta. Una vez que el niño es dado de alta, el equipo de extensión continúa haciendo un seguimiento para garantizar que el niño no recaiga y que la familia continúe con sus actividades de subsistencia hacia la independencia económica (como figura en nuestra declaración de misión).

En el Centro, el niño recibe atención médica y 3 comidas altamente nutritivas al día, con tentempiés entre las comidas. Nuestro carisma se basa siempre en la acción y el servicio. Las sonrisas de los niños que se recuperan nos recuerdan a Jesús que nos sonríe. Las familias se benefician de nuestros paquetes de nutrición familiar y de los alimentos de emergencia. Para que se beneficien de este programa más allá de las 4 semanas, debe haber signos de actividad económica iniciada a nivel familiar con el apoyo de nuestro equipo de medios de vida.

Nuestro enfoque tenaz

Por desgracia, el gobierno local sigue sintiéndose amenazado por nuestras intervenciones y frustra continuamente nuestra labor en medio de la pandemia de COVID-19. Creemos que esto se debe a que nuestra intervención parece hacerles parecer inadecuados. Ni siquiera eso desanima a nuestros equipos, ya que sabemos que nuestra intervención colabora con la lucha mundial contra el hambre y es nuestra vocación. Nuestros cimientos se han asentado en un carisma inquebrantable de los MSC, cimentado por el espíritu de la Madre Cabrini, y nunca cede ni siquiera en los momentos más difíciles. Con el COVID-19 desafiando a la comunidad mundial y la disminución de los fondos, seguimos prestando el servicio, ya que sabemos que nuestra llamada al amor deja marcas indelebles en los corazones de aquellos que tocamos. Recordamos continuamente a nuestro personal que ni siquiera la escasez de dinero nos impedirá amar a nuestros clientes, ya que es el amor el que inspira la acción y el apoyo, y no al revés. Nos mueve la compasión, como a Jesucristo cuando vio a las multitudes hambrientas y se puso a darles de comer. Nuestro papel como organización confesional puede cambiar de forma a lo largo de los años, pero la misión seguirá sirviendo a quienes más lo necesitan en el futuro. El mundo no necesita sólo dinero, sino sobre todo corazones amorosos y compasivos, y así es Cabrini Etiopía.

En nuestra comunidad, existe una cultura indefinida de que si eres económicamente pobre, la gente tiende a maltratarte y a faltarte al respeto. El efecto final puede ser que aquellos que son económicamente pobres sientan que merecen ser tratados inhumanamente, como si su dignidad humana no importara. Cabrini Etiopía sigue viendo a Jesús en todas las madres y niños a los que sirve y nuestro personal está formado para hablar con respeto y amor a quienes no conocen el significado del amor. Nuestro afán por seguir mejorando la calidad de nuestros servicios, tiene como objetivo garantizar que incluso las personas más vulnerables reciban un servicio gratuito y de la mejor calidad. El MSC y todos nuestros donantes nos dan amor y apoyo como organización, para que podamos replicarlo a los más vulnerables. Cabrini Etiopía fue amada primero y por eso tiene que vivir amando a los que le han sido confiados.

Dentro de un panorama global cambiante, Cabrini Etiopía continúa revisando su estrategia cada dos años para asegurar que nuestra programación se mantiene alineada con nuestra Visión y Valores, y con la Misión general del MSC, al tiempo que responde a las necesidades dinámicas de nuestra comunidad. Este proceso se apoya en un análisis de las necesidades de la comunidad y en la priorización de nuestras tres áreas de respuesta. Trabajamos continuamente con socios comunitarios y otras ONG, dirigiendo nuestro enfoque a cubrir las lagunas que nadie más está abordando. Todos nuestros servicios están diseñados para apoyar y capacitar a las madres y los niños más vulnerables, que de otro modo serían ignorados y no tendrían la oportunidad de cuidar de sí mismos.


por Thinky Mabaso, Director Ejecutivo de Cabrini Ministries Etiopía

Estamos en el negocio de vender amor redentor para cambiar la vida de los más vulnerables a través de la asociación para un futuro y esperanza.

RESUMEN NUTRICIONAL 2020

  • 2568 paquetes de apoyo nutricional de emergencia distribuidos
  • 214 niños recibieron rehabilitación nutricional
  • 98 Madres inscritas en el programa de apoyo a los medios de vida para acabar con el hambre .

Cabrini Ministries Ethiopia: Il nostro Amore in Azione

Il nostro amore in azione: Cabrini Ministries Ethiopia Community Outreach e Centre of Life Rehabilitation

È impossibile dimenticare lo sguardo di un bambino che ha fame, o la disperazione di una madre che cerca di assicurare il prossimo pasto al suo bambino. Il bisogno di sostenibilità alimentare è primordiale, eppure la capacità di farlo dipende da molti fattori complessi e interdipendenti. Madri e bambini in contesti in via di sviluppo come il nostro, sono spesso lasciati soli ad affrontare questa realtà con le sue crudeli implicazioni.

Per la nostra natura di cabriniani, noi come Cabrini Ministries Ethiopia (Cabrini Ethiopia) siamo chiamati vocazionalmente ad essere “portatori dell’amore di Gesù Cristo al mondo“, specialmente alle madri e ai bambini più vulnerabili del nostro contesto etiope. Ogni statistica di un bambino affamato nel nostro bacino di utenza è una vita da servire e amare attraverso i nostri interventi quotidiani. Il nostro programma di malnutrizione segue gli standard dell’Organizzazione Mondiale della Sanità (OMS), con un approccio fondamentalmente cabriniano.

Ogni bambino e ogni madre iscritti al programma ricevono cure compassionevoli basate sui loro bisogni e condizioni individuali. Facciamo il miglio in più per fornire servizi attraverso il nostro programma specialmente per i villaggi più remoti con accessibilità limitata. Il nostro team parcheggia il veicolo dove finisce la strada e cammina per ore per raggiungere alcune delle famiglie che hanno bisogno dei nostri interventi. Ogni intervento è un viaggio con ogni beneficiario e la sua famiglia. I nostri programmi sono progettati per soddisfare tutte le circostanze individuali di ogni bambino che serviamo.

Perché siamo in Etiopia?

Cabrini Ethiopia è un’organizzazione comunitaria cattolica, cabriniana, basata sulla fede, con sede 7 ore a sud di Addis Abeba. L’Etiopia è nominata una delle economie in più rapida crescita in Africa, tuttavia questo non ritrae la realtà dei più vulnerabili. Circa 5,8 milioni di bambini sotto i 5 anni (38%) soffrono di malnutrizione cronica (arresto della crescita o bassa altezza per età), secondo la più recente indagine demografica e sanitaria (DHS). L’Etiopia è il secondo paese più popoloso dell’Africa con una popolazione attuale di oltre 112 milioni di persone (Banca Mondiale, 2019). Con un tasso di fertilità di 4,2 bambini nati per donna (UNICEF 2017), si prevede che il paese sia tra i primi 8 paesi al mondo con il maggiore aumento della popolazione tra il 2017 e il 2050, con la popolazione totale stimata a 190,9 milioni. Attualmente, l’Etiopia è al 136° posto su 165 paesi nei progressi verso il raggiungimento degli Obiettivi di Sviluppo Sostenibile (SDGs) (Sustainable Development Report, Sachs et al. 2021). Inoltre, il 25% delle morti femminili sono legate alla gravidanza o al parto, e 1 bambino su 15 morirà prima dei 5 anni.

Il nostro intervento integrato per la salute della madre e del bambino

I nostri interventi con le madri e i bambini vulnerabili sono più che un semplice lavoro verso gli SDGs, perché stiamo rispondendo all’appello del Vangelo di Matteo… ‘In verità vi dico che tutto quello che avete fatto a uno solo di questi miei fratelli e sorelle più piccoli, l’avete fatto a me. (Matteo 25:40 NIV). Sapendo che ogni bambino è fatto a immagine di Dio e rappresenta pienamente Gesù, così che tutto ciò che viene fatto per quel bambino è fatto per Gesù stesso. È così doloroso vedere Gesù in una situazione vulnerabile rappresentata da un bambino che muore di fame, che piange senza lacrime a causa della disidratazione e i genitori che aspettano che l’anima del loro bambino lasci il suo piccolo corpo malato.

La nostra squadra di assistenza, ispirata da Madre Cabrini, entra in una casa che aspetta la morte incombente del loro caro, e la nostra squadra osa scoccare la prima scintilla verso il faro della speranza. Queste visite a domicilio sono inizialmente accolte con rifiuto e ostilità da parte della famiglia, ma questo cambia dopo l’interazione compassionevole e amorevole della nostra squadra. Intraprendiamo una valutazione della casa in cui la nostra squadra determina i bisogni della famiglia, altri fattori sottostanti che contribuiscono alla situazione della famiglia, e una valutazione del percorso della famiglia verso il potenziale, che troviamo essere un trampolino di lancio per riaccendere la speranza.

“Se un fratello o una sorella sono senza vestiti e sprovvisti del cibo quotidiano e uno di voi dice loro: “Andatevene in pace, riscaldatevi e saziatevi”, ma non date loro il necessario per il corpo, che giova?” – Giacomo 2: 15-16.

Ispirata da questa scrittura, la nostra squadra inizia ad esplorare le opzioni e a sviluppare un piano di intervento. Il piano inizia con il trattamento di qualsiasi bambino in pericolo immediato, che normalmente porta il bambino ad essere indirizzato al centro di stabilizzazione medica al St. Mary’s Primary Hospital, Dubbo, gestito dal MSC. Una volta che il bambino è stato stabilizzato e reidratato, viene ammesso nella nostra struttura di riabilitazione Center of Life per circa 2 settimane, a seconda della sua risposta e delle sue esigenze di recupero.

Una volta che il bambino è stato ammesso al nostro Centro, la madre viene introdotta al nostro programma di sostentamento e all’educazione sanitaria. Questa parte del programma ha lo scopo di assicurare che la famiglia capisca cosa sta succedendo con il benessere del loro bambino, e lavoriamo per metterli in grado di sostenere la crescita e lo sviluppo continuo del loro bambino dopo la dimissione. Una volta che il bambino è stato dimesso, il team di assistenza continua a fare il follow-up per garantire che il bambino non abbia ricadute e che la famiglia continui con le sue attività di sostentamento verso l’indipendenza economica (come contenuto nella nostra dichiarazione di missione).

Nel centro, il bambino riceve cure mediche e 3 pasti altamente nutrienti al giorno, con spuntini tra i pasti. Il nostro carisma è sempre basato sull’azione e sul servizio. I sorrisi dei bambini guariti ci ricordano Gesù che ci sorride. Le famiglie beneficiano dei nostri pacchetti di nutrizione familiare e degli alimenti di emergenza. Affinché possano beneficiare di questo programma oltre le 4 settimane, ci dovrebbero essere segni di attività economiche iniziate a livello familiare con l’appoggio del nostro team per il sostentamento.

Il nostro approccio tenace

Purtroppo, il governo locale continua a sentirsi minacciato dai nostri interventi e frustra continuamente il nostro lavoro in mezzo alla pandemia COVID-19. Pensiamo che questo sia dovuto al fatto che il nostro intervento sembra farli sembrare inadeguati. Anche questo non scoraggia le nostre squadre perché sappiamo che il nostro intervento è in collaborazione con la lotta mondiale contro la fame ed è la nostra vocazione. Il nostro fondamento è stato posto su un carisma incrollabile delle MSC, cementato dallo spirito di Madre Cabrini, e non cede mai anche nei momenti più difficili. Con il COVID-19 che sfida la comunità globale e i fondi che diminuiscono, noi continuiamo a fornire il servizio perché sappiamo che la nostra chiamata all’amore lascia segni indelebili nei cuori di coloro che tocchiamo. Ricordiamo continuamente al nostro staff che anche la mancanza di denaro non ci impedirà di amare i nostri clienti, poiché è l’amore che ispira l’azione e il sostegno, non il contrario. Siamo mossi dalla compassione proprio come Gesù Cristo quando vide le moltitudini affamate e cominciò a dar loro da mangiare. Il nostro ruolo di organizzazione basata sulla fede potrebbe cambiare forma nel corso degli anni, ma la missione continuerà a servire coloro che ne hanno più bisogno in futuro. Il mondo non ha bisogno solo di soldi, ma soprattutto di cuori amorevoli e compassionevoli, e così è Cabrini Ethiopia.

Nella nostra comunità, c’è una cultura indefinita che se sei economicamente povero, la gente tende a maltrattarti e a mancarti di rispetto. L’effetto finale può essere che coloro che sono economicamente poveri sentono di meritare di essere trattati in modo disumano, come se la loro dignità umana non avesse importanza. Cabrini Ethiopia continua a vedere Gesù in tutte le madri e i bambini che servono e il nostro personale è addestrato a parlare con rispetto e amore a coloro che non conoscono il significato dell’amore. La nostra ricerca di continuare a migliorare la qualità dei nostri servizi, è volta a garantire che anche le persone più vulnerabili ricevano la migliore qualità e un servizio gratuito. Il CSM e tutti i nostri donatori ci danno amore e sostegno come organizzazione, in modo da poterlo replicare ai più vulnerabili. Cabrini Ethiopia è stata amata per prima e quindi deve vivere amando coloro che le sono stati affidati.

All’interno di un panorama globale che cambia, Cabrini Ethiopia continua a rivedere la sua strategia ogni 2 anni per assicurare che la nostra programmazione rimanga allineata alla nostra Visione e ai Valori, e alla Missione generale del CSM, mentre risponde ai bisogni dinamici della nostra comunità. Questo processo è supportato da un’analisi dei bisogni della comunità e dalla prioritizzazione delle nostre 3 aree di risposta. Lavoriamo continuamente con i partner della comunità e altre ONG, indirizzando la nostra attenzione a coprire le lacune che nessun altro sta affrontando. Tutti i nostri servizi sono fatti su misura per sostenere e potenziare le madri e i bambini più vulnerabili, che altrimenti verrebbero ignorati e non avrebbero la possibilità di curarsi. 


scritto da Thinky Mabaso, Direttore Esecutivo di Cabrini Ministries Etiopia

Siamo nel business di vendere l’amore redentore per cambiare la vita dei più vulnerabili attraverso la collaborazione per un futuro e una speranza.

SINTESI NUTRIZIONE 2020

  • 2568 Pacchi alimentari d’emergenza distribuiti
  • 214 Bambini hanno beneficiato della riabilitazione nutrizionale
  • 98 Madri iscritte al programma di sostegno “End hunger” (stop alla fame)

Cabrini Ministries Ethiopia: Nossa Inação de Amor

Nosso Amor em Ação: Cabrini Ministries Ethiopia Community Outreach e Centro de Reabilitação da Vida

É impossível esquecer o olhar de uma criança com fome, ou o desespero de uma mãe tentando assegurar a próxima refeição de seu filho. A necessidade de sustentabilidade alimentar é primordial, mas a capacidade de fazer isso depende de muitos fatores complexos e interdependentes. Mães e filhos em contextos de desenvolvimento como o nosso, muitas vezes são deixados sozinhos para enfrentar esta realidade com suas implicações cruéis.

Por nossa natureza como Cabrinian, nós como Cabrini Ministries Ethiopia (Cabrini Ethiopia) somos chamados vocacionalmente a ser “portadores do amor de Jesus Cristo ao mundo“, especialmente as mães e crianças mais vulneráveis em nosso contexto etíope. Cada estatística de uma criança faminta em nossa área de influência é uma vida a ser servida e amada através de nossas intervenções diárias. Nosso programa de desnutrição segue os padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS), com uma abordagem fundamentalmente cabriniana.

Cada criança e mãe inscrita no programa recebe um cuidado compassivo baseado em suas necessidades e condições individuais. Fazemos a milha extra para fornecer serviços através de nosso programa, especialmente para as aldeias mais remotas com acessibilidade limitada. Nossa equipe estaciona o veículo onde a estrada termina e caminha por horas para alcançar algumas das famílias que necessitam de nossas intervenções. Cada intervenção é uma viagem com cada beneficiário e suas famílias. Nossos programas são projetados para atender a todas as circunstâncias individuais de cada criança que atendemos. 

Por que estamos na Etiópia?

Cabrini Etiópia é uma organização católica, cabriniana, baseada na fé e comunitária, baseada 7 horas ao sul de Adis Abeba. A Etiópia é nomeada uma das economias que mais cresce na África, mas que não retrata a realidade dos mais vulneráveis. Cerca de 5,8 milhões de crianças menores de 5 anos (38%) sofrem de desnutrição crônica (raquitismo ou baixa altura por idade), de acordo com a mais recente Pesquisa Demográfica e de Saúde (DHS). A Etiópia é o segundo país mais populoso da África, com uma população atual de mais de 112 milhões de pessoas (Banco Mundial, 2019). Com uma taxa de fertilidade de 4,2 crianças nascidas por mulher (UNICEF 2017), o país está entre os 8 países do mundo com o maior aumento populacional entre 2017 e 2050, com a população total estimada em 190,9 milhões. Atualmente, a Etiópia está entre os 136 dos 165 países em progresso para atingir as Metas de Desenvolvimento Sustentável (SDGs) (Relatório de Desenvolvimento Sustentável, Sachs et al. 2021). Além disso, 25% das mortes de mulheres estão relacionadas à gravidez ou à procriação, e 1 em cada 15 crianças morrerá antes dos 5 anos de idade.

Nossa Intervenção Integrada de Saúde Materna e Infantil

Nossas intervenções com mães e crianças vulneráveis é mais do que apenas trabalhar para os SDGs, pois estamos respondendo ao chamado do Evangelho de Mateus… “Em verdade vos digo, o que quer que tenhais feito por um destes meus irmãos e irmãs mais pequeninos, fizestes por mim. (Mathew 25:40 NVI). Sabendo que toda criança é feita à imagem de Deus e representa plenamente Jesus, para que tudo o que for feito por aquela criança seja feito pelo próprio Jesus”. É tão doloroso ver Jesus em uma situação vulnerável representada por uma criança morrendo de fome, chorando sem lágrimas por desidratação, e os pais esperando que a alma da criança deixe seu pequeno e doente corpo.

Nossa equipe de alcance, inspirada pela Madre Cabrini, entra em uma casa que aguarda a morte iminente de seu ente querido, e nossa equipe ousa acender a primeira faísca em direção ao farol da esperança. Estas visitas ao lar são inicialmente recebidas com rejeição e hostilidade pela família, mas isto muda após a interação compassiva e amorosa de nossa equipe. Realizamos uma avaliação da casa onde nossa equipe determina a necessidade da família, outros fatores subjacentes que contribuem para a situação da família, e uma avaliação do caminho da família para o potencial, que achamos ser um trampolim para reacender a esperança.

“Suponha que um irmão ou irmã está sem roupas e sem comida. Se um de vocês lhes disser: ‘Ide em paz; mantenha-se aquecido e bem alimentado, ‘mas não faz nada sobre suas necessidades físicas, de que adianta? “
Tiago 2: 15-16

Inspirados por esta escritura, nossa equipe começa a explorar opções e a desenvolver um plano de intervenção. O plano começa por lidar com qualquer criança em perigo imediato, o que normalmente leva a criança a ser encaminhada ao centro de estabilização médica do St. Mary’s Primary Hospital, Dubbo, que é dirigido pelo MSC. Uma vez que a criança tenha sido estabilizada e reidratada, ela é admitida em nosso Centro de Reabilitação da Vida por aproximadamente 2 semanas, dependendo de sua resposta e das necessidades de recuperação.

Uma vez que a criança tenha sido admitida em nosso Centro, a mãe é introduzida em nosso programa de subsistência, assim como na educação sanitária. Esta parte do programa visa assegurar que a família entenda o que está acontecendo com o bem-estar de sua criança, e trabalhamos para capacitá-la a ser capaz de apoiar o crescimento e desenvolvimento contínuo de sua criança após a alta. Uma vez que a criança seja dispensada, a equipe de apoio continua a fazer o acompanhamento para assegurar que a criança não recaia e que a família continue com suas atividades de subsistência rumo à independência econômica (como contido em nossa declaração de Missão).

No Centro, a criança recebe cuidados médicos e 3 refeições altamente nutritivas por dia, com lanches no intervalo das refeições. Nosso Carisma é sempre baseado em ação e serviço. Os sorrisos das crianças em recuperação nos lembram de Jesus sorrindo para nós. As famílias se beneficiam de nossos pacotes nutricionais familiares e dos alimentos de emergência. Para que elas se beneficiem deste programa além de 4 semanas, deve haver sinais de atividade econômica sendo iniciada em nível familiar com o apoio de nossa equipe de subsistência.

Nossa abordagem tenaz

Infelizmente, o governo local continua a se sentir ameaçado por nossas intervenções e continuamente frustra nosso trabalho em meio à pandemia da COVID-19. Pensamos que isto se deve ao fato de nossa intervenção parecer inadequada. Mesmo isso não desencoraja nossas equipes, pois sabemos que nossa intervenção está em colaboração com a luta mundial contra a fome e é nossa vocação. Nossa fundação foi estabelecida sobre um carisma inabalável dos MSCs, cimentado pelo espírito da Madre Cabrini, e nunca se arrepende mesmo nos tempos mais difíceis. Com a COVID-19 desafiando a comunidade global e a diminuição dos fundos, continuamos a prestar o serviço, pois sabemos que nosso chamado ao amor deixa marcas indeléveis nos corações daqueles que tocamos. Lembramos continuamente ao nosso pessoal que mesmo a escassez de dinheiro não nos impedirá de amar nossos clientes, pois é o amor que inspira ação e não o contrário. Somos movidos pela compaixão como Jesus Cristo quando ele viu as multidões famintas e começou a alimentá-las. Nosso papel como uma organização baseada na fé pode mudar sua forma ao longo dos anos, mas a missão continuará a servir àqueles que mais precisam dela no futuro. O mundo não precisa apenas de dinheiro, mas principalmente de corações amorosos e compassivos, assim como Cabrini Etiópia.

Em nossa comunidade, existe uma cultura indefinida de que se você é economicamente pobre, as pessoas tendem a maltratá-lo e a desrespeitá-lo. O efeito final pode ser que aqueles que são economicamente pobres sentem que merecem ser tratados de forma desumana, como se sua dignidade humana não importasse. Cabrini Etiópia continua a ver Jesus em todas as mães e crianças servir e nosso pessoal é treinado para falar com respeito e amor àqueles que não conhecem o significado do amor. Nossa busca para continuar melhorando a qualidade de nossos serviços visa assegurar que mesmo as pessoas mais vulneráveis recebam a melhor qualidade e o serviço gratuito. O MSC e todos os nossos doadores nos dão amor e apoio como uma organização, para que possamos replicá-lo aos mais vulneráveis. Cabrini Etiópia foi amada primeiro e por isso tem que viver amando aqueles a ele confiados.

Dentro de um cenário global em mudança, Cabrini Etiópia continua a rever sua estratégia a cada 2 anos para garantir que nossa programação permaneça alinhada à nossa Visão e Valores, e à Missão geral do MSC, respondendo ao mesmo tempo às necessidades dinâmicas de nossa comunidade. Este processo é apoiado por uma análise das necessidades da comunidade, e pela priorização de nossas 3 áreas de resposta. Trabalhamos continuamente com parceiros comunitários e outras ONGs, direcionando nosso foco continua a cobrir as lacunas que ninguém mais está abordando. Todos os nossos serviços são adaptados para apoiar e capacitar as mães e crianças mais vulneráveis, que de outra forma seriam ignoradas e não teriam oportunidade de cuidar de si mesmas.


por Thinky Mabaso, Missões Cabrini na Etiópia, Diretor Executivo

Estamos no negócio de vender amor redentor para mudar vidas para os mais vulneráveis através de uma parceria para um futuro e esperança.

SUMÁRIO DE NUTRIÇÃO DE 2020

  • 2568 Pacotes de apoio nutricional emergencial distribuídos
  • 214 Crianças que Receberam Reabilitação Nutricional
  • 98 Mães Inscritas no programa de Apoio aos meios de subsistência para acabar com a fome.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *