Love is something that has been going on in the world for millions of years. It is the basis of our society and even though it is in plain sight we continue to ignore it. For many people February is the month of love and they celebrate it in a special way. For us, love is celebrated every day.
Love is one of the engines of our daily work, where to direct our steps, where to put our gaze… It is what moves the world, although sometimes it does it in silence. This value is reflected in tolerance and respect, the joy that comes from the achievements of others, the trust we feel for each other and the hope of achieving shared dreams and ideals day by day. Tolerance, solidarity, fraternity, respect, dedication, are other virtues that make for authentic love, which overcomes difficulties and that overcomes difficulties and lasts over time; knowing that God is behind everything, encouraging us is behind everything, encouraging us every day. Taking care of our look, listening with the heart, is what really matters to us. May our students be aware that God is behind everything and that his presence invites us to move and presence invites us to move and to do things differently.
Faith does not eliminate difficulties, but it enables us to look at things differently, fruit of this feeling of being encountered by the One who never stops giving love. It urges us to fix our eyes on those who need it most. It challenges us, it sustains us, it is our reason for being.
We have been saved in the hope of love. Therefore, God has chosen us to bring this news to others, to those around us. It is necessary to make known the value of the small through love.
We are all called to be sowers of love in our homes, in our families, in our classrooms. Because nothing done with love is lost in the heart of God. The small, what seems unimportant, what usually goes unnoticed, if it is done with love remains.

Claudia Burgos Alfaro
Pastoral Coordinator
Cabrini School. Madrid


“El amor nos mueve”


El amor es algo que lleva sucediendo en el mundo desde hace millones de años. Es la base de nuestra sociedad y por más que esté a la vista de todos seguimos ignorándolo. Para muchos el mes de febrero es el mes del amor y lo celebran de forma especial. Para nosotros el amor se celebra cada día.
El amor es uno de los motores de nuestro quehacer diario, hacia donde dirigir nuestros pasos, donde poner nuestra mirada… Es lo que mueve el mundo, aunque a veces lo hace en silencio.
Este valor se ve reflejado en la tolerancia y el respeto, la alegría que te reportan los logros de los demás, la confianza que sentimos unos por otros y la esperanza de alcanzar día a día sueños e ideales compartidos. Tolerancia, solidaridad, fraternidad, respeto, entrega, son otras virtudes que hacen que exista un amor auténtico, que supere dificultades y perdure con el tiempo; sabiendo que Dios está detrás de todo animándonos cada día. Cuidar nuestra mirada, escuchar con el corazón, es lo que realmente nos importa. Que nuestros alumnos sean conscientes de que Dios está detrás de todo y que su presencia nos invita a movernos y a hacer que las cosas sean de otra manera. La fe no elimina dificultades, pero nos posibilita a tener una mirada distinta, fruto de ese sentirnos encontrados por aquel que no para de dar amor. Nos impulsa a fijar nuestra vista en aquellos que más lo necesitan. Nos interpela, nos sostiene, es nuestra razón de ser. Hemos sido salvados en la esperanza del amor. Por ello, Dios nos ha elegido para llevar esta noticia a los demás, a los que nos rodean. Es necesario dar a conocer el valor de lo pequeño a través del amor. Todos estamos llamados a ser sembradores de amor en nuestra casa, en nuestra familia, en nuestras aulas. Porque nada hecho con amor se pierde en el corazón de Dios. Lo pequeño, lo que parece que no es importante, lo que suele pasar desapercibido, si está hecho con amor permanece.

Claudia Burgos Alfaro
Pastoral Coordinator
Cabrini School. Madrid


“L’amore ci muove”

L’amore è qualcosa che va avanti nel mondo da milioni di anni. È la base della nostra società e anche se è sotto gli occhi di tutti continuiamo a ignorarla. Per molte persone febbraio è il mese dell’amore e lo celebrano in modo speciale. Per noi l’amore si celebra ogni giorno.
L’amore è una delle forze motrici del nostro lavoro quotidiano, dove dirigere i nostri passi, dove porre il nostro sguardo… È ciò che muove il mondo, anche se a volte lo fa in silenzio.
Questo valore si riflette nella tolleranza e nel rispetto, nella gioia che deriva dalle conquiste degli altri, nella fiducia che proviamo l’uno per l’altro e nella speranza di realizzare giorno per giorno sogni e ideali condivisi. Tolleranza, solidarietà, fraternità, rispetto, dedizione, sono altre virtù che fanno l’amore autentico, il superamento delle difficoltà e che supera le difficoltà e resiste nel tempo, sapendo che Dio è dietro a tutto, incoraggiandoci ogni giorno.
Prendersi cura del proprio sguardo, ascoltare con il cuore, è ciò che conta davvero per noi.
Che i nostri alunni siano consapevoli che Dio è dietro ogni cosa e che la sua presenza ci invita a muoverci e a fare le cose in modo diverso.
La fede non elimina le difficoltà, ma ci permette di guardare le cose in modo diverso, il frutto del sentimento incontrato da Colui che non smette mai di dare amore. Ci esorta a fissare i nostri occhi su coloro che ne hanno più bisogno. Ci sfida, ci sostiene, è la nostra ragion d’essere.
Siamo stati salvati nella speranza dell’amore. Ecco perché Dio ci ha scelto per portare questa notizia agli altri, a coloro che ci circondano. È necessario far conoscere il valore del piccolo attraverso l’amore.
Siamo tutti chiamati ad essere seminatori d’amore nelle nostre case, nelle nostre famiglie, nelle nostre classi. Perché nulla di ciò che viene fatto con amore si perde nel cuore di Dio.
Le piccole cose, le cose che sembrano poco importanti, le cose che di solito passano inosservate, se sono fatte con amore, rimangono.

Claudia Burgos Alfaro
Coordinatore pastorale
Scuola Cabrini. Madrid


“O amor nos move”


O amor é algo que tem acontecido no mundo há milhões de anos. Ela é a base de nossa sociedade e, embora esteja aos olhos do público, continuamos a ignorá-la. Para muitas pessoas, fevereiro é o mês do amor e elas o celebram de uma maneira especial. Para nós, o amor é celebrado todos os dias.
O amor é uma das forças motrizes de nosso trabalho diário, onde dirigir nossos passos, onde colocar nosso olhar… É o que move o mundo, embora às vezes o faça em silêncio.
Este valor se reflete na tolerância e no respeito, na alegria que advém das realizações dos outros, na confiança que sentimos uns pelos outros e na esperança de alcançar sonhos e ideais compartilhados dia após dia. Tolerância, solidariedade, fraternidade, respeito, dedicação, são outras virtudes que contribuem para o amor autêntico, a superação de dificuldades e que supera dificuldades e perdura com o tempo, sabendo que Deus está por trás de tudo, nos encorajando todos os dias.
Cuidar do nosso olhar, escutar com o coração, é o que realmente nos importa.
Que nossos alunos estejam conscientes de que Deus está por trás de tudo e que sua presença nos convida a mudar e a fazer as coisas de maneira diferente.
A fé não elimina as dificuldades, mas nos permite olhar para as coisas de maneira diferente,
o fruto do sentimento encontrado por Aquele que nunca deixa de dar amor. Ele nos exorta a fixar nossos olhos naqueles que mais precisam. Ela nos desafia, nos sustenta, é a nossa razão de ser.
Fomos salvos na esperança do amor. É por isso que Deus nos escolheu para levar esta notícia aos outros, aos que nos rodeiam. É necessário dar a conhecer o valor do pequeno através do amor.
Todos somos chamados a ser semeadores de amor em nossas casas, em nossas famílias, em nossas salas de aula. Porque nada feito com amor se perde no coração de Deus.
As pequenas coisas, as coisas que não parecem importantes, as coisas que normalmente passam despercebidas, se são feitas com amor, elas permanecem.

Claudia Burgos Alfaro
Coordenador de Pastoral
Escola Cabrini. Madrid

Leave a Reply

Your email address will not be published.